(Da redação) – Estudos realizados por pesquisadores da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) revelaram que, nos últimos 20 anos, o perfil do migrante da Grande São Paulo mudou.

Os nordestinos ainda são maioria das pessoas que vão para a região. Porém, esse número caiu e pela primeira vez eles deixaram de representar mais da metade dos forasteiros que chegam à região metropolitana.

Nos períodos entre 1988/1989 e 2006/2007 o número de migrantes vindos do nordeste caiu de 59,4% para 49,1%. Por isso, aumentou em São Paulo o número de pessoas vindas do interior e de utros países. Somente nos anos 80, a Grande São Paulo recebeu quase 12 mil migrantes do exterior. Entre 2006/2007 foram 26 mil extrangeiros, mostra reportagem da Folha de São Paulo.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Publieditorial: Mulher cria vestido que vira porta pra comer BIS escondida

Sem mais artigos