(Da redação) – Um estudo feita na África mostra que homens circuncidados têm menos chances de serem contaminados com HIV. Segundo os pesquisadores, os efeitos do procedimento de proteção contra o vírus duram pelo menos três anos e meio. Técnicas de estatística mostraram que o procedimento reduziu as chances de contaminação pelo HIV em 64%. A equipe planeja observar esses grupos de homens até setembro de 2009.

Dois outros estudos, além desse, já foram interrompidos antes do prazo estabelecido, pois as análises estatísticas já haviam demonstraram benefícios importantes para a circuncisão. Os céticos afirmaram que muitos dos homens circuncidados ainda podem se contaminar com o passar do tempo.

A circuncisão foi oferecida a algumas pessoas para que participasse da pesquisa. Os estudiosos observaram o número de infecções entre os grupos de circuncidados e não-circuncidados. No grupo de circuncisão, 24 homens, ou 2,6%, foram infectados. Entre os não-circuncidados, a taxa de infecção foi de 7,4%, ou 65 homens.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos