(Da redação) – A Polícia Federal desarticulou uma quadrilha que fazia contrabando de remédios controlados para fora do país por meio da internet. O esquema da PF foi feito na manhã de hoje, em Porto Alegre (RS). A operação, chamada Pedra Redonda, e que teve colaboração da Interpol e do DEA (Drug Enforcement Administration –agência anti-drogas dos Estados Unidos), prendeu cinco pessoas e apreendeu computadores, CDs, DVDs, documentos e R$ 20 mil em dinheiro.

De acordo com a PF, foram cumpridos todos os mandados de busca e de prisão. Quatro supostos integrantes do bando foram presos em Porto Alegre. O homem que se acredita ser o líder da quadrilha foi detido em Montevidéu, no Uruguai, pela polícia local.

Os acusados devem responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. As penas somadas podem alcançar a 30 anos de reclusão.

Os policiais envolvidos na operação perceberam uma movimentação financeira considerada estranha para um homem de 30 anos que não trabalha e mesmo assim possuía milhões de dólares em sua conta, mansões nos EUA e carros de luxo.

Investigações mostraram que o suspeito fazia parte de uma quadrilha dona de sites de farmácias virtuais que vendia remédios de uso controlado de forma ilegal principalmente para os Estados Unidos. De acordo com a PF, a atividade é considerada tráfico de drogas. O homem também usaria o banco ilegal para lavagem do dinheiro da quadrilha.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos