(Da redação) Um dos matadores da “Liga da Justiça”, uma quadrilha de milicianos que atua nas favelas do Rio de Janeiro, foi preso neste sábado. Alcimar Silva, o Fumão, foi preso no seu apartamento, sustentado pela milícia, por uma equipe da Delegacia de Homicídios do Rio.

O criminoso não resistiu a prisão. Já existiam dois mandados de prisão contra ele por estar envolvido com a milícia. Fumão estava morando em Minas Gerais, onde foi preso, havia dois meses.

O miliciano é acusado de matar pessoas condenadas pela milícia. Diferente de outros integrantes do grupo, que são policiais e bombeiros, o criminoso é um civil.

Sem mais artigos