A cidade de Guadalajara foi neste sábado (14)  o palco do primeiro casamento civil entre pessoas do mesmo sexo no estado mexicano de Jalisco (oeste), onde duas mulheres se uniram após obter o amparo de um juiz.

Zaira Viridiana de la Gómez e Martha Sandoval Blanco foram ao registro civil número 1 de Guadalajara, capital de Jalisco, para se casar no civil graças a um amparo obtido no tribunal colegiado de Distrito em Matéria Civil.

Segundo informações da imprensa local, o ato tinha sido programado para as 12h (horário local, 16h de Brasília), mas o casal decidiu adiantá-lo algumas horas pelas ameaças de grupos conservadores de atrapalhar o trâmite.

As duas mulheres não quiseram utilizar a Lei de Convivência que se aprovou em Jalisco no dia 30 de outubro passado, porque este trâmite é realizado perante um notário público que firma só um convênio civil entre os casais.

A Cidade do México é desde 2009 a única entidade federativa que permite de forma explícita os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, enquanto a Suprema Corte de Justiça da Nação resolveu em 2010 que os 31 estados do país devem reconhecer a validade de tais casamentos realizados na capital.  

Sem mais artigos