(Da redação) – Em Nebraska, nos EUA, a Justiça decidiu arquivar um processo contra Deus, movido pelo senador Ernie Chambers. O juiz da corte distrital justificou que não havia no processo o endereço do réu, então não haveria como julgá-lo.

Chambers acusou Deus de causar mortes e destuição pelo mundo. Para ele, "Deus gerou inundações, furacões horríveis e terríveis tornados". O senador ainda disse que seu acusado fez ameaças terroristas a ele e seus amigos.

Mesmo sendo derrotado, Chambers considerou a atitude da justiça positiva, pois "a corte reconheceu, desta forma, a existência de Deus". Segundo a agência de notícias AP, o homem tem 30 dias para recorrer à justiça.

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Sem mais artigos