Após a morte de uma pessoa amada inesperadamente, em 2009, Candy Chang começou a pensar na morte e no tempo de um jeito que jamais havia pensado.

Moradora de Nova Orleans, nos Estados Unidos, ela observou uma propriedade abandonada próxima a sua casa, e resolveu fazer dos muros que compunham a construção, um verdadeiro livro público de desejos. A frase : “Before I die i want to..”  ( Antes de morrer eu quero…) foi escrita e  precisava ser completada, como numa brincadeira de criança. Gizes coloridos foram colocados junto a parede para estimular quem passava.

No dia seguinte, ela se deparou com todos os espaços preenchidos, e se deu conta da vontade das pessoas têm em compartilharem seus desejos e reflexões. 

A pequena ação cresceu, virou  projeto, e conquistou diversos  países que já tem seus murais do “Before i die” como o  Cazaquistão, Álemanha, Austrália, Argentina e outros.

No vídeo abaixo, a própria Candy explica o projeto. Dê o play!

Sem mais artigos