(da redação) O Relatório Anual sobre Direitos Humanos no Chile 2008 aponta que o país sofre grave deficiência em relação à proteção aos direitos humanos. Minorias étnicas e sexuais são vítimas de torturas, maus-tratos e situações degradantes. Nesse relatório também é pedida uma mudança estrutural no sistema penitenciário do país, onde as cadeias estão constantemente superlotadas.

O RADHC também denunciou a criminalização do protesto público e as práticas repressivas policiais, além de carência de liberdade de expressão e restrições normativas ao direito à greve.

Sem mais artigos