Que a situação no Rio de Janeiro não está nada boa, todo mundo já sabe. Mas as esperanças de início de ano são para que tudo se resolva – e logo. Para tentar conter a onda de violência carioca, o governo vai enviar tropas federais para a Cidade Maravilhosa. Mas…será que isso vai dar certo?

O presidente Lula autorizou o envio das Forças Armadas para o Rio depois do pedido de ajuda do governador Sérgio Cabral, que pediu apoio depois dos ataques ocorridos depois do Natal. “Confiamos na nossa polícia. Ela é a responsável pela segurança da população. O que estamos providenciando é apoio para que possa cumprir melhor essa difícil tarefa, diante do recrudescimento da violência e do crescente poderio armado dos bandidos”, justifica o governador em seu site.

Cabral solicitou reforço de 8 mil homens da tropa, e o governo prometeu enviar 500 homens a partir do dia 15 deste mês. Além da ajuda federal, a prefeitura carioca também vai dar sua contribuição no combate à violência. “Assinarei um convênio com o prefeito Cesar Maia, pelo qual parte da Guarda Municipal irá cuidar do trânsito da cidade, liberando a PM para reforçar o policiamento das ruas”, diz o governador.

As notícias parecem ser positivas, mas não se sabe qual o resultado efetivo que este reforço no policiamento terá. A assessoria de imprensa não especifica o número de homens que vão participar da ofensiva, já que isto ainda será definido pelos comandantes. E enquanto isso, as dúvidas sobre o que vai mudar no cenário carioca continuam sendo uma incógnita.

Sem mais artigos