menina na biblioteca

Depois dessa você definitivamente não tem desculpa pra dizer que está com a leitura atrasada, ainda mais se você mora em São Paulo. É que a Biblioteca Mário de Andrade tá toda moderninha (mesmo aos 90 anos de idade!). A maior biblioteca da capital paulista, com acervo de 365 mil livros, simplesmente vai passar a funcionar durante 24 horas todos os dias.

A mudança, que entrou entrou em vigor dia 9 de outubro, tem o objetivo de transformar o local num centro cultural com atividades relacionadas a literatura, arte, música, cinema e teatro e atrair atrair ainda mais jovens na região central da cidade.Desde agosto de 2014, o espaço passou a oferecer wi-fi gratuito, o que aumentou a frequência para 1.200 pessoas diárias. Um crescimento de 250% em relação a 2013. Tá bom pra você?

15 livros que todo nerd precisa ler

Clássico nerd absoluto, a trilogia ambientada na fictícia Terra Média é influência para diversos livros de fantasia.
A série que conta as aventuras no espaço de Arthur Dent e seu amigo Ford Prefect é outra leitura obrigatória pata todos.
Com inteligências artificiais e cyberespaço, os conceitos apresentados nesse livro foram apenas a inspiração para a trilogia Matrix.
Ficção científica criada em 1895, esse é, provavelmente, o primeiro livro que propõe o conceito de máquina do tempo como conhecemos.
Apenas o livro desenvolvido ao lado do filme homônimo dirigido por Stanley Kubrick. Precisa dizer mais alguma coisa?

Em um futuro distópico, o livro fala de uma sociedade dividida por castas em que o Estado sela por todos.
Uma coletânea de contos que falam sobre a evolução dos robôs através do tempo. Isso mesmo. Robôs. Não precisa falar mais nada também.
O romance sci-fi que deu origem ao filme Blade Runner conta a história de um caçador de recompensas que persegue androides.
Sim, a série da HBO é ótima e merece ser assistida, mas isso não exime ninguém em ler os livros e acompanhar as mortes mais de pertinho.
Mais um sobre um futuro (lembre-se que o livro foi escrito em 1948) distópico, com um governo opressivo que reprime quem vai contar ele.
Escrito pelo pai da ficção científica no ano de 1864, é um clássico do gênero e conta a história de um garoto que, como o título diz, viaja até o centro da Terra.
Mitologia antiga misturada com mitologia moderna, esse romance aborda a fantasia de uma maneira simplesmente fascinante.
A série do garotinho que descobriu que era bruxo também já marcou a história da fantasia e se tornou um clássico.
O livro pode até ser recente (de 2003), mas traz uma mistura de terror com humor de maneira super legal na medida em que ensina como se defender de diferentes tipos de ataque de zumbi.

Um pouco mais de horror, mitologia e extraterrestres no conto que dá nome ao livro. As outras histórias também são tão legais quanto essa.

Saia direto da balada e vá ler um livro: Biblioteca de SP vai funcionar 24h todos os dias

Sem mais artigos