Provavelmente você já deve ter ouvido falar no Le Parkour. É uma modalidade que você se desloca de um ponto para o outro bem rápido, usando técnicas pra saltar obstáculos como rampas, escadas, muros, corrimãos, calçadas, ou qualquer lugar onde se possa escalar. Se você ainda não tá ligado no que eu to falando, espia aí o clipe da música Jump, da Madonna. 

Pois bem, experimentar uma aula de parkour foi a minha mais recente missão. Sério? Sim, eu juro! Confesso que eu tava um pouco nervosa. O que me deixou menos tensa é que a aula não seria entre os prédios e concretos da cidade de São Paulo e sim na primeira academia de Parkour do Brasil, a Tracer.

Quem me deu a aula foi o professor Leandro “Down” Fernandes que logo de início soltou uma informação importantíssima: é possível perder, em média, 750 calorias em uma aula um pouco mais avançada e com uma maior cobrança aeróbica.“Ainda assim varia de pessoa para pessoa”, afirma Leandro.

Além disso, a pratica traz benefícios que até Deus duvida. Fortalece os músculos, desenvolve a agilidade, a concentração, o dinamismo, a força de vontade, além de fortalecer o corpo e a mente.

Mas vamos ao que interessa! Nos primeiros momentos de aula você acha que não vai conseguir saltar de um obstáculo para outro. Toda vez que me dava um certo pânico em pular eu lembrava da coragem que tinha quando eu era criança. Se a Marcinha de 9 anos estivesse fazendo aquela aula ela com certeza daria de 10 a 0 na Marcinha de hoje em dia.

Mas o nosso psicológico é o principal aliado. Afinal, além de passar por obstáculos, a ideia é você explorar apenas os recursos do seu próprio corpo e superar seus limites. Quando você começa a se sentir mais confiante, a sensação é in-cr-vél e você encontra seu equilíbrio. Nosso corpo e nossa mente funcionam de forma conjunta.

Segundo Leandro, a modalidade pode ser praticada por todos.“A partir do momento que assumimos que o Parkour é um método de treinamento baseado em limites pessoais não existem restrições. Para qualquer pessoa com um nível consciência corporal basico(andar, correr, saltar e pendurar), obstáculos e novas movimentações são possíveis. De crianças de 3 anos a “idosos” que se sentirem seguros em praticar”, conta.

Sobre o momento de ir praticar na rua, ele explica: “O Parkour foi criado na rua e adaptado para academias. O real desafio está na superação de obstáculos fixos e na criatividade em utilizar o espaço ao seu favor. Todos os alunos, a partir do momento que se sintam confortáveis e aptos, são indicados a treinos na rua, sempre orientado por pessoas mais experientes”, conclui.


Como surgiu?

O Le Parkour surgiu na França por volta de 1980, através de um cara chamado David Belle. Ele cresceu vendo seu pai, um ex-combatente da Guerra do Vietnã, praticar exercícios relacionadas às técnicas de combate de guerra. Foi a partir disso que desenvolveu uma técnica que consiste em treinamento dado aos militares e ao método natural de educação física. 

David adaptou e criou as técnicas para saltar obstáculos apenas com o movimento do corpo, superando seus limites e vencendo os obstáculos. Ele criou o “Le Parkour” (que significa “O Percurso”).
Quer dar uma olhada como foi a minha experiência? Se liga na galeria acima!

 

Serviço

Academia Tracer Parkour 
Telefone: (11) 4119-5544 (central de atendimento)

Endereços:

Unidade Faria Lima: R. Cardeal Arcoverde, 2210 – Pinheiros
Unidade Cerro Corá: R. Antonio Borba, 59 – Vila Madalena

 

Sem mais artigos