Para muitos, psicopatas são seres extremamente perigosos e, por isso, deveriam passar o resto de seus dias atrás das grades ou em algum centro de tratamento médico. 

O especialista em psicologia experimental da Universidade de Oxford, Kevin Dutton, tem um pensamento totalmente diferente: ele acredita que, ao contrário do que muitos dizem e pensam, as pessoas podem aprender muito com os psicopatas.

Ao ser mais implacável, destemido, autoconfiante, frio, focado, charmoso ou carismático, traços que são exacerbados em psicopatas, as pessoas podem se beneficiar e até mesmo melhorar seu desempenho, principalmente no ambiente de trabalho.

“Se alguém quer um aumento de salário, é normal ficar um pouco ansioso para pedi-lo. Bem, tenha fé em seu potencial e vá adiante. Não se apegue aos seus defeitos, apenas às suas virtudes. Ao fazer isso, você se torna mais confiante e tem mais chances de conseguir o que quer”, explica o psicólogo em seu livro The Wisdom of Psycopaths (“A Sabedoria dos Psicopatas”, em tradução livre).

Para Dutton, nenhuma das características é um problema por si só. O perigo ocorre quando todos esses traços ficam muito pronunciados, gerando as disfunções. 

Ser “um pouco psicopata” no trabalho ajuda a melhorar desempenho, diz psicólogo

Sem mais artigos