(Da redação) – Um estudo inédito da Secretaria de Estado da Saúde aponta que o vírus do HIV avançou na população mais escolarizada, com oito anos de estudos. Em 1997, entre as 3.371 mulheres contaminadas com a doença, 12,2% tinham entre 8 e 11 anos de estudos. No ano passado, esse percentual pulou para 25,4%.

Neste mesmo período, a contaminação entre as mulheres que frequentaram a escola por até três anos caiu de 33,2% para 7,5%. Entre os homens, o fenômeno é o mesmo – aqueles com escolaridade entre 8 e 11 representavam 15,3%, em 1997, dos contaminados. Dez anos depois, esse índice saltou para 26,8%. Por outro lado, na cidade de São Paulo, de 1997 a 2007, o diagnóstico de novos casos caiu de 10.496 para 4.797.

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Sem mais artigos