(Da redação com informações da EFE, Reuters) – Autoridades sudanesas ainda estão investigando as causas do acidente com o avião da companhia aérea Sudan Airways, que pegou fogo nesta terça-feira ao pousar no aeroporto de Cartum. Até agora foram confirmadas 28 mortes.

O ministro dos Transportes, Mabrouk Mubarak Salim, confirmou ter havido uma explosão no motor direito. "Até agora não temos informação precisa, mas achamos que o tempo foi a principal razão do que aconteceu."

A aeronave, que transportava 217 pessoas, decolou de Amã, na Jordânia, fez escala em Damasco, na Síria, e pousou em Cartum, depois de um desvio para Port Sudan.

Testemunhas disseram que o piloto teria passado mal e freado bruscamente o avião, o que poderia ter causado o fogo num dos motores.

Outro sobrevivente, Al Haj Bashir, disse que o pouso em Cartum "não foi normal" e que ocorreu "uma explosão na asa direita" dois ou três minutos depois da chegada em terra.

Sem mais artigos