(Da redação) – Dados do Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2007, calculados pelo Ipea (Instituto de Pesquisas Economicas e Aplicadas) mostram que a escolaridade no Brasil cresceu entre 2006 e 2007. Mas, apenas a região Sudeste alcançou o índice mínimo de 8 anos de ensino exigido pela constituição de 1988. O Nordeste ainda apresenta a média mais baixa, atingindo seis anos.

Por outro lado, a maior média do país está atrás da nova lei que exige o mínino de nove anos de escolaridade. A mostra do Pnad ainda aponta que os investimentos feitos em algumas regiões mais defasadas não atingiram grandes índices de crescimento e seguiram a média do Sudeste. No Nordeste, de 1992 a 2007, a população passou a ter mais 2,2 anos de estudos, saindo de 3,8 para 6 anos. No Norte, o avanço foi mais baixo, de apenas 1,4 ano.

A análise do Ipea ainda mostra que os jovens estão estudando mais. Entre a faixa etária de 18 a 24 anos, a média de escolaridade é de 9,1 anos. Os brasileiros com mais de 30 anos atingiram a média de 6,5 anos de estudo. O analfabetismo ainda é alto – atinge cerca de 10% da população – mas caiu bastante e hoje está entre 3% dos jovens.

Vestibular 2009 Centro Universitário Senac. Clique e inscreva-se.

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Sem mais artigos