(Da redação) – Um terço dos municípios brasileiros têm favelas, palafitas e outras habitações miseráveis, e, em mais da metade deles, há loteamentos irregulares ou clandestinos. As más condições de moradia estão registradas na Pesquisa de Informações Básicas Municipais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As regiões Norte e Sul são as que registram as piores marcas, com 41%. O estado mais problemático é São Paulo, com 203 municípios com esses tipos de habitação, seguido por Pernambuco, com 109. A melhor situação é a de Roraima, com apenas quatro cidades. No total, são 1.837 municípios no país com moradias precárias.

A presença de loteamentos irregulares ou clandestinos é ainda maior, sendo registrada em 2.960 municípios brasileiros (53% do total). Mais uma vez o problema é pior no Sudeste (984), enquanto a região com menos loteamentos é a Centro-Oeste (223).

Novo discador V2. Navegue pela Internet e ganhe grana!

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está há um clique daqui!

Sem mais artigos