Em seu sétimo ano de desfile, o bloco carnavalesco João Capota na Alves parou Pinheiros na ensolarada manhã deste sábado (01) para saudar sua tradicional passagem pelo bairro com o tema delírio tropical.

Partindo às 14h do Viaduto Metrô Sumaré e seguindo pelas ruas Oscar Freire, Artur de Azevedo, Lisboa, Teodoro Sampaio e João Moura, os fiéis foliões, que preferiram curtir o Carnaval na cidade de São Paulo, formaram uma verdadeira multidão de fantasiados.

Segundo um dos membros do bloco, Alexandra da Motta, o único pré-requisito para ser bem vindo no bloco é estar fantasiado. Aqui, nosso único requisito é fantasia! Se não vier fantasiado vai ficar deslocado., afirmou. 

E o pessoal levou realmente a sério e caprichou na fantasia. Dá só uma olhada:

O desfile é acompanhado por uma bateria e um carro de som não-motorizado que ajudam os foliões a entoar as marchinhas compostas pelos próprios integrantes do Bloco, além de outras clássicas. Em ritmo de samba, o João Capote prima pelo resgate da tradição popular de festejar o carnaval na rua!

Pessoal curtindo as marchinha: João no carnaval, capota mas não breca. Vem meu bem, vem pular…

Desde 2008

Batizado em homenagem às ruas João Moura, Capote Valente e Alves Guimarães, onde moravam os estudantes que fundaram a agremiação, o João, como é carinhosamente chamado, celebra a vida, a diversidade e o uso coletivo do espaço público.

Numa cidade cada dia mais privativa e individual, o bloco, juntamente com outras instituições, quer lembrar a todos que a cidade só existe na medida em que o sentimento de público e coletivo esteja presente.

Veja mais imagens na galeria acima!

Sem mais artigos