O popular jornalista e apresentador de televisão britânico David Frost, famoso por suas incisivas entrevistas políticas como as realizadas em 1977 com Richard Nixon, morreu aos 74 anos, informou sua família neste domingo (1).

Sir David Frost, que desenvolveu grande parte de sua carreira na rede BBC, faleceu na noite desse sábado (31) aparentemente de um ataque cardíaco a bordo do cruzeiro “Queen Elizabeth”.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, transmitiu hoje suas condolências aos familiares do apresentador pelo falecimento de uma pessoa a quem considerava como “amigo e um temido entrevistador”.

Nascido em 7 de abril de 1939 em Tenderden, no sudeste da Inglaterra, Frost, que também foi humorista, é conhecido principalmente por suas entrevistas políticas com os principais líderes mundiais em sua longa carreira de 50 anos em televisão.

Ele entrevistou nomes como Margaret Thatcher e Tony Blair, o líder palestino Yasser Arafat, o sul-africano Nelson Mandela e o americano Bill Clinton. Frost deixou a “Dama de Ferro” (Thatcher) furiosa ao perguntar pelo afundamento do navio argentino Belgrano na Guerra das Malvinas, em 1982, apesar de seu estilo ser incisivo, e não agressivo.

Mas foram suas entrevistas com o ex-presidente americano Nixon em 1977 as que o colocaram na história da televisão. Em quatro encontros, que tiveram uma grande audiência, Frost conseguiu encurralar Nixon, que tinha renunciado três anos antes, até que este reconheceu que havia “frustrado” os americanos e lhes pediu perdão.

Aquela foi a primeira vez que o republicano Richard Nixon admitiu ter cometido um erro desde sua renúncia, em 1974, por causa do caso Watergate.

David Frost entrevistou todos os presidentes americanos de Nixon até George W. Bush e apresentou em sua longa carreira vários programas de televisão, entre eles “Breakfast with Frost”, “That Was The Week That Was” e “Frost on Sunday”.

Sem mais artigos