<br>
O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) confirmou nesta segunda-feira que o técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, será julgado pelos xingamentos contra a arbitragem da partida de sua equipe contra o Rio Preto, no último sábado.

Na súmula, o árbitro Paulo Roberto Ferreira relata o que aconteceu. "aos vinte minutos de jogo, expulsei o Sr. Vanderlei Luxemburgo da Silva (…) após ser informado através do rádio pelo assistente nro. 01, Sr. Hilton Francisco de Mello, que o mesmo se dirigiu ao 4º árbitro proferindo as seguintes palavras: ‘tem de dar cartão nessa falta c… Eu tenho 44 anos de futebol, e vocês não conhecem nada. Manda ele dar cartão c…’ Após sua expulsão, disse as seguintes palavras: ‘eu já sabia, esta expulsão já veio armada pela federação’".

Com isso, o treinador do Verdão pode ficar aé um ano suspenso, pois também criticou o presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol, coronel Marcos Marinho. Neste caso, a pena varia de 60 a 360 dias.

Outra alternativa seria Luxa ser julgado no artigo 188 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): "manifestar-se de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra membros do Conselho Nacional de Esporte (CNE); dos poderes das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva, e contra árbitro ou auxiliar em razão de suas atribuições, ou ameaçá-los."

Por fim, o treinador pode ser enquadrado no artigo 189 ("atribuir fato inverídico a membros ou dirigentes do Conselho Nacional de Esporte, das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva"), cuja pena varia de 30 a 180 dias de suspensão.

<b>E MAIS:</b> <a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23827>Luxemburgo não teme punições</a>

Sem mais artigos