<br>Após se recuperar no Reffis, o atacante Adriano foi logo sondado pela diretoria tricolor. Muitos não acreditaram no acerto, mas a Internazionale acabou liberando o jogador, que atravessava problemas na vida pessoal, por seis meses para o São Paulo. Desde o começo, torcedores e críticos não sabiam qual seria o desempenho do jogador em gramados brasileiros, mas agora, três meses depois, o Imperador mostra com números a que veio.

Para se ter uma idéia, Adriano, que já passou por Flamengo, Fiorentina, Parma e Inter de Milão, além da seleção brasileira, está tendo o melhor início em um clube da sua carreira. Em 18 jogos, o atacante balançou as redes 10 vezes e até assistências, que não são sua especialidade, estão entrando para o currículo do jogador no Morumbi. Sua média de gols é de 0,55 gol/jogo e a expectativa é de que até o fim de seu contrato, que acaba em junho, Adriano possa render mais e ajudar o Tricolor.

Quando questionado se existe a chance de prorrogar o contrato do Imperador, o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, disse que essa hipótese não existe. O presidente disse que o acordo com a Internazionale foi de seis meses e que o clube irá cumprir o que acordou com o time italiano. Por este motivo, e pela contusão de Aloísio, o time do Morumbi já deve começar a procurar novos atacantes para a seqüência da temporada.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24467> São Paulo já foi multado em R$ 15 mil por atrasos

Sem mais artigos