<br> Ultimamente o chefe da Renault, Flávio Briatore, pressionou o espanhol Fernando Alonso para que ele decida logo sobre o seu futuro em 2008. No entanto, o piloto parece insatisfeito com a pressa do dirigente. O prazo dado ao bicampeão termina nesta quarta (21).

De acordo com o jornal espanhol <i>As</i>, amigos do piloto dizem que ele não tem pressa em definir sua futura equipe. Alonso teria várias opções, e quer tempo para avalia-las. Assim, a pressão de Briatore não estaria sendo bem recebida pelo piloto.

No entanto, as declarações do chefão apontam que ele não está disposto a esperar. Ele vem recebendo pressões de Heikki Kovalainen, que quer decidir seu futuro, dos patrocinadoes e do presidente da Renault, o brasileiro Carlos Ghosn, que defende que a equipe não deve ceder às exigências do piloto.

As negociações teriam travado por causa de diferenças em ambas as partes. Se nada for anunciado até o prazo dado por Briatore, Alonso deverá tomar outro rumo. O piloto só quer tomar sua decisão após o dia 6 de dezembro, quando o julgamento do caso de espionagem da Renault tiver um fim. Assim, Nelsinho Piquet pode pintar na equipe francesa em 2008.

<b>Veja também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/gatorade_esporte/nota.php?ID=22155>Toyota anuncia alemão para temporada 2008!</a>

Sem mais artigos