Totalmente recuperado das fraturas que teve na tíbia e na fíbula há cinco meses, durante a luta contra Chris Weidman, na disputa pelo cinturão dos pesos-médio do UFC, o brasileiro Anderson Silva já está treinando normalmente em sua academia nos Estados Unidos e definiu quando voltará a subir no octógono. Em entrevista ao site MMA Heat, o ex-campeão da categoria foi de contra as previsões da principal organização de MMA.

“Eu estou muito empolgado, pois estou de volta aos treinos. O meu médico do Brasil disse que a minha perna está boa, então estou muito feliz. Ano que vem estou de volta”, disse Spider, que diariamente posta em seu Instagram alguns vídeos dos seus treinamentos.

Anderson Silva aproveitou a conversa com a publicação para falar sobre seus planos para 2014, todos eles longe do octógono. “Eu voltarei no ano que vem, esse ano não tem como eu voltar a lutar. Eu tenho meus planos, minha família, quero ficar mais tempo com eles, estou trabalhando duro na minha academia, então volto ano que vem, ainda não sei quando, mas ano que vem”, afirmou.

Com uma recuperação mais rápido do que se era esperado, Anderson Silva revelou que foi chamado de louco pelos médicos que cuidaram de suas fraturas.

“O meu médico disse que eu era louco e eu disse que só um pouco. Na última vez que fui ao médico, ele disse que eu estava pronto para voltar a chutar e que quando eu me sentisse seguro eu poderia voltar a lutar. A parte mais difícil disso tudo? Hoje? Não tem. Eu vou para a fisioterapia todo dia, mas minha perna está perfeita.  Hoje não tenho nenhuma dificuldade. Mas quando quebrei a perna, eu tive muita dor, muitos problemas, estava muito assustado. Eu tentava, mas não conseguia andar. Agora estou ótimo, estou feliz com a minha família e trabalhando duro”, disse.

Anderson Silva finalizou a entrevista dizendo que não sabe contra quem gostaria de lutar em seu retorno e aproveitou para dar seu palpite sobre o combate entre Chris Weidman e Lyoto Machida, valendo o cinturão dos médios, que acontecerá dia 5 de julho, em Las Vegas.

“Eu estou muito feliz, tenho visto os treinos do Lyoto na Black House, ele está muito bem, em excelente condicionamento físico. Estou muito feliz e empolgado para essa luta e o Lyoto vai vencer. Eu acho que ele é um bom lutador, é mais rápido, forte e eu acredito que vai vencer e vai se tornar o novo campeão”, concluiu.

Sem mais artigos