<br>Neste domingo Corinthians e São Paulo ficaram no empate por zero a zero, mas os tricolores reclamam que foram prejudicados e que a arbitragem influenciou diretamente no resultado.

Aos 40 minutos do segundo tempo, após cruzamento de Hernanes, Adriano subiu junto com Willian e cabeceou para o fundo das redes, mas o árbitro Sálvio Spínola considerou que o Imperador se apoiou no ombro do zagueiro e marcou falta.

Dois que saíram em defesa de Adriano foram Muricy Ramalho e André Dias. Eles reclamam da falta de critério, já que, na visão deles, contra o Ituano na quarta-feira, o atacante do time do interior atropelou André e não foi marcada a falta.

“Contra o Ituano, atropelaram o André Dias e não deram nada. Por que agora deram?”, questiona Muricy.

“Eu fui atropelado em Itu e nada foi marcado. Não há critério. Não tem como marcar falta nesse lance do Adriano. Foi uma coisa vergonhosa”, esbravejou o revoltado André Dias.

Já Sálvio está irredutível e tem convicção de que acertou:

“Adriano pode ter a interpretação dele, mas eu tenho a minha. E foi tiro livre indireto.”

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23293>São Paulo e Corinthians empatam em jogo emocionante</a>

Sem mais artigos