O Corinthians ainda tem chances de ser campeão brasileiro mas, não se sabe se por estatégia ou por sinceridade, o presidente do clube, Andrés Sanchez, jogou a toalha.

Durante o sorteio dos grupos da Copa Libertadores da América de 2011, que aconteceu em Assunção, no Paraguai, ele se mostrou conformado com o vice-campeonato brasileiro – ou até o terceiro lugar, dependendo do desenrolar dos fatos.

Para ele, os ponteiros não devem mais perder pontos na competição e, dessa maneira, o Fluminense se tornaria o novo campeão brasileiro. “Ficou muito difícil (…) acho que ninguém vai errar mais nestas duas rodadas e o campeonato está nas duas mãos do Fluminense”, afirmou Sanchez, em entrevista ao Sportv.

Aproveitando o ensejo, o mandatário alvinegro criticou a postura da imprensa (que, por sinal foi usada por ele para reclamar da arbitragem por diversas vezes) que, segundo seu ponto de vista, prejudica o futebol.

“Infelizmente as pessoas trabalham contra o futebol, a imprensa trabalha contra. Só se fala de mala branca, mala preta, entregar jogo… O Corinthans não é campeão por erros dele mesmo”, afirnou o mandatário.

Andrés Sanchez "desiste" e "coloca" título nas mãos do Fluminense

Sem mais artigos