Em entrevista ao programa “Mesa Redonda”, da TV Gazeta, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, voltou a disparar contra o Clube dos 13 que, na última sexta, anunciou a Rede TV como vencedora da licitação para a venda dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro no período entre 2012 e 2014.

Ele confirmou que tem reuniões agendadas para esta semana e que não reconhece a venda para a emissora paulista, uma vez que o clube “não faz mais parte do Clube dos 13” e por isso irá discorrer sobre o assunto em reuniões que serão realizadas nesta semana com Rede Globo e Rede Record. “Estou indo atrás dos direitos do clube”, completou.

Luís Fabiano – A volta do Fabuloso ao Brasil também esteve em pauta. Isso porque o diretor de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, negou que o São Paulo tenha oferecido um salário superior a R$ 500 mil ao jogador, que também era pleiteado pelo clube do Parque São Jorge, e ainda disse que o Corinthians “deveria se preocupar em saldar sua dívida de R$ 26 milhões com o Clube dos 13 antes de oferecer esses valores vultuosos a atletas”. A informação oficial é que o Tricolor pagará R$ 200 mil em salários mais um complemento que virá de ações de Marketing.

Andrés confirmou ter pedido um adiantamento, mas negou que seja “devedor”, já que o saldo será quitado de outra maneira: “eu queria dizer a ele, que nunca pôs o pé no Clube dos 13, que nós não temos nenhuma dívida lá. O Corinthians pediu um adiantamento de R$ 17 milhões nas cotas, que será pago em setembro de 2011. Até lá eu simplesmente não recebo. Gostaria que eles revelassem os clubes que já pediram adiantamento, que têm dívida. Isso eles não revelam”, concluiu.

Andrés volta a ignorar licitação do Clube dos 13

Sem mais artigos