O confronto entre São Paulo e Corinthians neste domingo (06) valia a vaga na decisão do Campeonato Paulista contra o Santos. O jogo não foi bom tecnicamente, e o empate em 0 a 0 levou os times para a decisão por pênaltis. Após duas cobranças estabanadas de Paulo Henrique Ganso e Luís Fabiano do lado tricolor, e do erro do alvinegro Alessandro, a última cobrança ficou a cargo de Alexandre Pato

O camisa 7 bateu no canto direito e a bola foi defendida por Rogério Ceni. Segundo a transmissão da TV Globo, o goleiro adiantou-se cerca de 2,5 m para espalmar o chute. Obedecendo a regra, o árbitro mandou voltar o lance, para desagrado do arqueiro são-paulino.

O lance foi o ponto alto do clássico, e está sendo muito debatido na Internet e pela mídia em geral, graças a não declaração de erro por parte do ídolo tricolor que, por não ter defendido a segunda cobrança de Pato, viu o seu time ser eliminado pelo rival.

O Virgula Esporte relembra neste especial outras ocasiões em que os arqueiros dão aquele jeitinho para tentar com mais facilidade defender o tiro da marca da cal.

 

ROGÉRIO CENI – São Paulo x Corinthians – Campeonato Paulista 2013

O camisa 1 são-paulino precisava pegar o chute de Alexandre Pato. COnseguiu, mas adiantando-se acintosamente. Sem pestanejar, o juiz mandou voltar o lance que, aí sim, foi batido perfeitamente pelo atacante corintiano

 

DONI – Brasil x Uruguai – Copa América 2007

O brasileiro Doni pegou dois penais adiantando-se ao tiro. Primero, do agora colorado Diego Forlán, quando andou 1,21 m. Na segunda oportunidade, que era a última chance dos celestes, o zagueiro Diego Lugano deu passos à frente (1,70 m) e defendeu o chute

    

DIDA – Milan x Juventus – Liga dos Campeões 2002/2003

Na primeira cobrança, de TrezeguetDida se adianta um pouco quando defende. Apesar de Buffon pegar o tiro de Seedorf também dando alguns passos à frente, foi a adiantada de Dida, na quarta cobrança (de Montero, aos 5’10’’ no vídeo) que foi fundamental para a vitória milanista, dando o sexto título europeu ao clube

 

RAFAEL – Mogi Mirim x Santos – Campeonato Paulista 2013

O jogo que deu ao Santos a chance de conquistar o seu quarto título paulista consecutivo teve o goleiro Rafael como herói. Apesar de os santistas não desperdiçarem nenhuma cobrança, o destaque do duelo de penais foi Rafael, que pegou dois chutes. Primeiro, pegou a de Carlos Alberto (aos 2’25’’ do vídeo) dando o lícito passo à frente. Mas, já nas cobranças alternadas, o arqueiro salvou o time quando espalmou o chute de Roni (aos 10’48”) com passada larga

 

CLEMER – Goiás 2 x 1 Internacional – Campeonato Brasileiro 2007

No Brasileirão 2007, Goiás e Internacional se enfrentaram no estádio Serra Dourada. Estava 1 a 1 quando o juiz assinalou pênalti para o time esmeraldino. O especialista em bolas paradas, Paulo Baier, foi para a cobrança, mas o goleiro Clemer se adiantou e defendeu. O árbitro mandou voltar e, na cobrança seguinte, o arqueiro colorado adiantou-se ainda mais e espalmou. Novamente o árbitro mandou voltar o lance para que, na terceira vez, Élson convertesse (Paulo Baier desistiu de tentar outra vez). A vitória dos goianos por 2 a 1 ajudou para que o Corinthians fosse rebaixado no nacional daquele ano

 

Após lance de Rogério Ceni, relembre outros goleiros que já se adiantaram em pênaltis

Sem mais artigos
Sair da versão mobile