O Tottenham Hotspur divulgou, por meio de carta oficial nesta segunda-feira (16), a demissão do técnico André Villas-Boas. O time foi goleado em casa nesse domingo (15) pelo Liverpool por 5 a 0 e o português não resistiu à pressão.

“O clube pode anunciar que chegou a um acordo com o treinador principal, André Villas-Boas, para o término de seus serviços. A decisão foi tomada por mútuo acordo e no interesse de ambas as partes. Desejamos o melhor a André para o futuro”, conta a carta emitida no site oficial do clube.

Em tempo, o Tottenham fará outra anunciação em breve a respeito.

O treinador português, de 36 anos, chegou ao Tottenham no início da temporada  2012/13, depois de ter passado por Acadêmica (2009/10), Porto (2010/11) e Chelsea (2011/12), substituindo em Londres Harry Redknapp, hoje no Queens Park Rangers.

Foi a segunda goleada para um grande rival em poucas semanas. No último dia 24 de outubro, os Spurs haviam tomado de 6 a 0 do Manchester City. O último resultado deixou o time na sétima posição, a oito pontos do líder Arsenal.

A colocação não é o que os cartolas do clube acham a ideal. Após a venda de Gareth Bale ao Real Madrid por € 100 milhões (cerca de R$ 320 milhões), foram gastos € 121 milhões (cerca de R$ 369 milhões) em reforços.

Sem mais artigos