A temporada de 2013 acabou para o tenista Bruno Soares neste domingo (10), quando foi derrotado, ao lado do austríaco Alexander Peya, na semifinal do ATP Finals pelos irmãos Bob e Mike Bryan. Só que não há motivo para se lamentar pois, para o brasileiro, foi o melhor ano de toda a sua carreira.

“O balanço da temporada foi extremamente positivo. Foi a melhor temporada da minha carreira, disparado. Foi um grande ano: segunda melhor dupla do ano, número três do mundo, seis títulos, 16 semifinais e duas finais de Grand Slam. Fantástico!”, pontuou o mineiro.

Segundo o próprio, “os resultados falam por si”. Mesmo fora da final do torneio que reúne as oito melhores duplas do ranking na temporada, Soares já se sente um vencedor.

“As últimas três semanas foram incríveis: campeão em Valência, final em Paris, semifinal em nosso primeiro ATP Finals, como primeiro do nosso grupo. Estamos muito felizes com o que aconteceu. Agora é recarregar as energias, pois o tempo livre passa rápido e logo, logo o circo começa tudo de novo”, disse, já pensando no ano que vem.

Como o ATP Finals foi em Londres, Bruno recebeu a visita do zagueiro do Chelsea e da Seleção Brasileira, David Luiz, que o tietou e fez questão de registrar o momento (veja a foto abaixo).

 

Confira a trajetória de Bruno Soares nos eventos ATP de 2013:

ATP 250 de Auckland: campeão, ao lado de Colin Fleming (ING)
Australian Open: chegou à segunda rodada, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 250 de São Paulo: campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 500 de Memphis: chegou às semifinais, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 500 de Acapulco: chegou às semifinais, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Indian Wells: chegou às semifinais, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Miami: eliminado na primeira rodada, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Monte Carlo: chegou à segunda rodada, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 500 de Barcelona: campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 250 de Munique: chegou às quartas-de-final, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Madrid: vice-campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Roma: chegou às oitavas-de-final, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Grand Slam de Roland Garros chegou às semifinais, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 250 de Queens: vice-campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 250 de Eastbourne: campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Grand Slam de Wimbledon: vice-campeão (duplas mistas), ao lado de Lisa Raymond (EUA)
ATP 500 de Hamburgo: vice-campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 500 de Washington: chegou às oitavas-de-final, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Montreal: campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
US Open: vice-campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP 500 de Valência: campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
Masters 1000 de Paris: vice-campeão, ao lado de Alexander Peya (AUT)
ATP Finals: chegou às semifinais, ao lado de Alexander Peya (AUT)

Sem mais artigos