Foram três meses de espera para a torcida tricolor, desde o início das negociações entre o Fluminense e Deco, mas nesta segunda-feira a ansiedade chegou ao fim, com a apresentação oficial do meia como novo reforço da equipe.

Deco, que completará 33 anos no próximo dia 27, será o segundo jogador mais bem pago do futebol brasileiro, ficando atrás apenas de Ronaldo, do Corinthians. O meia, que assinou contrato de dois anos de duração, receberá cerca de R$ 9 milhões em salários por cada temporada.

“É uma responsabilidade grande voltar ao Brasil. Alguns amigos meus me criticaram por essa decisão, por acharem que não era o momento, mas tinha essa ambição, sonho e vontade de voltar (ao Brasil), que era mais forte do que eu”, afirmou, em entrevista coletiva realizada em um hotel da zona sul do Rio de Janeiro.

O jogador também não escondeu sua ambição de conquistar o título brasileiro em sua reestreia nos gramados do país.

“O Fluminense me abriu as portas, me quis de verdade e isso pesou na minha escolha. Um projeto sério. Por isso vim pra cá, e tenho certeza de que serei muito feliz aqui. Quero ganhar o Brasileiro”, disse.

Brasileiro naturalizado português, Deco estreou como profissional no Corinthians, em 1996, mas disputou apenas dois jogos oficiais pela equipe. Em seguida, teve rápida passagem pelo CSA, e de lá saiu para Portugal, contratado pelo Benfica.

O jogador não se firmou na equipe lisboeta, e acabou emprestado a Alverca e Salgueiros. Em 1999, foi para o Porto, onde se destacou no cenário europeu, conquistando a Liga dos Campeões em 2004. Naquele mesmo ano, reforçou o Barcelona, marcando época na equipe ao lado de Ronaldinho Gaúcho e Samuel Eto’o.

Pela seleção portuguesa, Deco fez sua estreia em 2003, em um amistoso contra o Brasil, e marcou o gol da vitória lusa por 2 a 1 em cobrança de falta. O meia ainda disputou as Eurocopas de 2004 e 2008 e as Copas do Mundo de 2006 e 2010.

Apresentado oficialmente, Deco fala em conquistar título brasileiro com o Fluminense

Sem mais artigos