<br>
No último sábado, dia 26, fui assistir à partida entre Palmeiras e Mirassol, em jogo válido pela 4ª rodada do Paulistão, e me deparei com a modernidade e excelente estrutura da Arena de Barueri, estádio do time local, mas que vem sendo usado pelo Palmeiras nesse inicio de ano. Devido às reformas no Palestra Itália.

No inicio estava incomodado em saber que teria de pegar uma rodovia (Castelo Branco) e iria demorar mais de uma hora para chegar até o local do jogo. Sem contar que não conheço nada de Barueri, ou seja, na certa ficaria perdido tentando encontrar o estádio.

Mas após rápidos 25 minutos na rodovia Castelo Branco, já estava na cidade. A partir desse momento, minhas impressões mudaram radicalmente. Logo ao sair da estrada, a sinalização já me indicou o rumo a seguir. Passei uma, duas, dez placas e em menos de 10 minutos já estava nos arredores da Arena. Com essa sinalização, me senti quase um GPS de Barueri.

Mas minhas surpresas estavam apenas começando ao chegar vejo um estádio pela metade (a capacidade atual é de 20 mil pessoas, mas no projeto final será de 40 mil), porém com iluminação excelente, que chegava a ofuscar a vista.

Ao entrar na rua da Arena, um educado policial me informa o estacionamento destinado à imprensa. Estaciono o carro com segurança em um moderno estacionamento, localizado no sub-solo do estádio, que deve comportar em torno de 1000 vagas.

A sala de imprensa é um show à parte, com ar-condicionado, espaço amplo, modernas instalações, assim como os dois espaços destinados as coletivas.

Na arquibancada inferior, onde me sentei para assistir ao jogo, todos os lugares têm assentos, e a proximidade com o campo torna a visibilidade excelente. A melhor que já presenciei em estádios brasileiros. Sem contar que é bonito demais ver as duas equipes entrando em campo perfiladas e ver a partida tão de perto, em um gramado que parecia uma tapete.

Até a comida é diferenciada. Afinal, nunca tinha visto em campos de futebol, um hot-dog limpo, em embalagem fechada, acompanhado de batata chips. Assim como os banheiros bem conservados e higienizados.

No final da partida, saio com facilidade, pego o carro e em menos de 10 minutos já estou a caminho de São Paulo. Sem filas, tumulto, empurra-empurra e congestionamentos.

A única queixa é quanto ao alto preço dos ingressos, cerca de 50 reais para a arquibancada inferior e 60 reais, superior.

Se fosse inspetor da FIFA, ou tivesse alguma cargo no comitê organizador da Copa de 2014, indicaria sem dúvida a Arena de Barueri como melhor estádio de São Paulo.

<b>E MAIS:
</b><a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/galeria/index.php?id=13805&fid=0>Veja as fotos e entenda por que a Arena Barueri é o mais moderno estádio de São Paulo</a>

Sem mais artigos