O Arsenal, que mantém longa parceria com a Nike, vai mudar de fornecedora de material esportivo na próxima temporada. Nesta segunda-feira (27), o clube oficializou um novo acordo com a Puma, que dará £ 150 milhões (R$ 595 milhões) em cinco anos, o que é o maior negócio feito tanto pelos Gunners, quanto pela empresa alemã.

“O Arsenal tem sido um ponto estratégico da Puma há algum tempo. Nós temos orgulho de ter assinado uma parceria com esse clube realmente global. Entramos em uma nova era na história da nossa companhia e a assinatura com o Arsenal representa uma grande oportunidade comercial e de marketing para a Puma reforçar sua credibilidade no mercado mundial”, disse Bjoern Gulden, chefe-executivo da multinacional.

A mudança ocorrerá no dia 1º de julho de 2014. Além de produzir os uniformes de jogo e treino para todas as equipes da entidade, a marca também terá os direitos de licenciamento para desenvolver outros produtos da marca Arsenal em todo o mundo.

Ao site do Arsenal, o chefe-executivo Ivan Gazidis exaltou a parceria, que, segundo ele, “representa outro importante passo à frente na história do Arsenal dentro e fora de campo.

Rumores do negócio já apareciam na mídia inglesa, ainda mais quando o ex-atleta britânico Linford Christie (na foto abaixo, de preto) postou em seu Twitter uma foto com dois jogadores do atual elenco do Arsenal, Bacary Sagna (e) e Olivier Giroud (d), além doídolo do time inglês, Thierry Henry, patrocinado pela Puma.

Na mesma época da “gafe” de Christie, circulou na Internet as prováveis camisas do time (veja abaixo as número 1, 2 e 3).

Número 3:

Número 2:

Número 1:

Arsenal e Puma fecham o maior acordo da história: R$ 595 milhões

Sem mais artigos