O clima era de tensão. James Rodríguez, único jogador da última Copa do Mundo a marcar gols em todos os jogos que jogou, assistiu à final de domingo (13) torcendo para que os rivais mais próximos não balançassem as redes. O alemão Thomas Müller tinha cinco, e o argentino Lionel Messi, quatro – os mais próximos que tinham chance de ultrapassar o colombiano.

O camisa 10 dos Cafeteros acompanhou bem perto da televisão os minutos finais da partida que a Alemanha saiu tetracampeã, e ele, artilheiro. O primeiro goleador máximo de um Mundial produzido na Colômbia.

Os seis gols de James Rodríguez foram marcados contra Grécia, Costa do Marfim, Japão, Uruguai (duas vezes) nas oitavas e Seleção Brasileira nas quartas. Um deles contra a Celeste, inclusive, foi um dos mais bonitos do torneio (no GIF abaixo).

Terminada a final, não foram só os alemães que comemoraram. James e sua família se abraçaram, estouraram champanhe e mostraram muita emoção, já que o jogador de 22 anos já tem seu nome na história das Copas do Mundo.

Assista abaixo:

Após a confirmação de ser o Chuteira de Ouro, o jogador do Monaco, que pode estar indo para o Real Madrid, utilizou as redes sociais para agradecer aos torcedores.

“Primeiro, quero agradecer a Deus e a todos vocês que me deram força para ganhar este prêmio. Agradeço aos meus companheiros de seleção que, sem ele, isso não teria sido possível”, escreveu, anexando a imagem abaixo.

Sem mais artigos