Depois de ter ficado em campo por apenas nove minutos na final da Liga dos Campeões no último sábado (24), o atacante brasileiro naturalizado espanhol, Diego Costa, foi submetido a exames nesta segunda-feira (26) que confirmaram uma microrruptura no bíceps femoral da coxa direita.

Após Diego ter sido substituído na derrota de sua equipe, o Atlético de Madrid, para o Real Madrid por 4 a 1, o técnico da seleção espanhola, Vicente del Bosque, pediu que o jogador passasse por um estudo radiológico que mostrasse o estado de sua perna lesionada.

O atacante foi a uma clínica em Madri, e o diretor do local, o médico Pedro Guillén, discursou em tom pessimista à emissora espanhola Cadena Cope.

“Diego Costa não está melhor, terá que repousar por pelo menos duas semanas. Ainda tem a lesão, uma microrruptura no bíceps femoral de grau um”, detalhou Guillén.

O prazo dado pelo médico é de três dias antes da estreia da Espanha na Copa, em 13 de junho, diante da Holanda. Entretanto, em entrevista coletiva concedida neste domingo, Del Bosque disse que todos os jogadores chamados para o Mundial deverão estar 100% fisicamente no próximo dia 2.

Sem mais artigos