O Barcelona acertou nesta terça-feira (12) a renovação de um acordo com o Unicef que prevê o pagamento de 2 milhões de dólares ao ano pelo clube espanhol até 2016 para exibir na camisa oficial a logomarca do Fundo das Nações Unidas para a Infância. Juntos desde 2006, o clube e a entidade usam o argentino Lionel Messi como um dos embaixadores da boa-vontade da organização.

O acordo atual entre Barcelona e Unicef tinha validade até o fim de 2014. Porém, a diretoria do time catalão aprovou a extensão de dois anos em reunião realizada nesta terça. O anunciou oficial foi feito pelo clube em uma entrevista coletiva.

O nome Unicef sempre foi exibido na parte da frente da camisa, o que fazia do Barcelona um dos únicos times de futebol do mundo a atuar sem um patrocinador corporativo no principal local de visibilidade do uniforme. Mas em 2011, o clube acertou um patrocínio com a Qatar Sports Investment avaliado em € 30 milhões (quase R$ 95 milhões) por temporada, e a camisa do time agora exibe a logomarca da Qatar Airways.

A decisão de reposicionar o nome do Unicef para as castas do uniforme fez com que o Barcelona fosse acusado de vender seus ideais por interesses comerciais. Porém, o clube argumentou que a injeção de capital era necessária em um momento delicado financeiramente.

O anuncio da renovação entre Barcelona e Unicef ganhou destaque nos principais sites e jornais espanhóis. O Mundo Deportivo reservou um de seus espaços de manchete para enfatizar a prorrogação contratual até 2016.

Sem mais artigos