Apesar das dificuldades de se praticar os esportes de inverno no Brasil, o número de atletas cresce com grande força na última década.

Antes, vistos como modalidades que agregavam somente pessoas das altas camadas da sociedade, a neve não empolgava os brasileiros.

Com o surgimento de opções mais econômicas de tarifas aéreas e hospedagem nas estações de esqui, os esportes na neve vêm tomando fôlego por aqui e já apresentam uma seleção de atletas que competem em igualdade com os outros países sul-americanos.

Atualmente são cerca de 330 atletas registrados na Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), filiada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB), à União Internacional de Biathlon (IBU) e à Federação Internacional de Esqui (FIS).

Desse total, 50 atletas estão representando o Brasil em competições internacionais de alto rendimento, nas modalidades como Ski Alpino, Ski Cross Country, Snowboard, Biathlon de Inverno e Ski Freestyle.

Sem mais artigos