A insatisfação do técnico Pep Guardiola com os jogadores do Bayern de Munique já virou algo público. Nem mesmo a boa vitória da equipe por 3 a 0 sobre o Borussia Dortmund, pelo Campeonato Alemão, no último final de semana, fez com que o treinador minimizasse seu incômodo com a conduta de alguns atletas do elenco, que divulgam detalhes táticos e escalações à imprensa alemã com frequência.

Segundo informação do jornal Bild, um dos principais veículos beneficiados com as informações repassadas pelos jogadores, garante que Guardiola está cansado de ver a publicação acertando o esquema tático adotado por ele nos jogos do Bayern desde sua chegada.

Após ter detalhes do time que enfrentaria o Dortmund vazados, o treinador ameaçou dispensar os jogadores que continuarem com a prática durante a temporada.

“Cabeças vão rolar, não importa quem seja o informante. Vou encontrá-lo. E ele não voltará a jogar comigo. Aquele que continuar passando informações será despedido”, afirmou Guardiola, segundo o Bild. “Se quiserem, convido vocês para os meus treinos. Assim, não precisam ficar procurando os meus jogadores”, completou o treinador.

A irritação pública de Guardiola fez com que Karl-Heinz Rummenigge, diretor geral do Bayern de Munique, reprovasse o comportamento dos jogadores.

“Não vamos pedir à Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos para investigar quem é o infiltrado, mas, seja ele quem for, é bom que pare ou vamos ter problemas. É normal que Guardiola não esteja contente com essa situação. Ele treina à porta fechada justamente para manter essa privacidade”, disse o dirigente ao jornal Sky.

Sem mais artigos