<br>
Logo após ganhar o título paulista, o lateral esquerdo, Leandro, lembrou os jogadores palmeirenses de rasparem os cabelos como forma de cumprir a promesse feita durante o Paulistão.

Quem gostou dessa história toda foi o cabeleleiro Giba, que após raspar a cabeça de mais de 20 jogadores do Palmeiras, com a máquina dois. Levou pra casa as madeixas do chileno Valdivia.

“Guardei as mechas dos cabelos do Valdivia. Cortei tudo sem deixar cair um fio no chão. Ganhei dele uma camisa do Palmeiras e agora farei um quadro com o uniforme e os cachos dele, como recordação. É um grande jogador e será uma lembrança especial”, revelou Giba ao <i>globoesporte.com</i>

Resistiram a máquina apenas o atacante Kleber que fugiu do vestiário e o treinador Vanderlei Luxemburgo, que sequer foi ameaçado pelos atletas.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=25015>Em entrevista exclusiva ao Virgula, o goleiro Marcos afirma que não quer mais voltar a seleção

Sem mais artigos