Edison Cavani garantiu nessa segunda-feira (26) que a lesão de seu companheiro de ataque na seleção uruguaia, Luis Suárez, não o deixa mais pressionado para a Copa do Mundo.

“Quando se veste a camisa do Uruguai, sempre há pressão. Não acho que a lesão de Luis aumente isso”, disse o atacante do Paris Saint-Germain.

Artilheiro do Campeonato Inglês e vencedor da Chuteira de Ouro europeia ao lado de Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Suárez foi submetido na última quinta-feira (22) a uma artroscopia no joelho esquerdo, o que gerou uma incerteza sobre sua participação no Mundial.

O chefe do departamento médico do Uruguai, Alberto Pan, comentou que se o jogador continuar se recuperando bem poderá entrar em campo no jogo de estreia contra a Costa Rica, dia 14 de junho.

Durante entrevista coletiva, Cavani garantiu que a Celeste vêm fazendo uma boa preparação para a Copa. No plano individual, ele admitiu que a temporada foi cansativa, mas valeu a pena pois conquistou três taças: Supercopa da França, Copa da Liga Francesa e Campeonato Francês.

“Agora é hora de recarregar as pilhas e pensar em fazer um grande Mundial com o Uruguai. Essa é a vontade de todo o elenco”, resumiu.

Sem mais artigos