<br> A incoerência tomou conta da CBF, que anunciou nesta quinta a criação de uma Copa do Mundo de futebol feminino, no mesmo formato da competição masculina. A entidade está terminando um levantamento sobre os clubes brasileiros que mantém times femininos e pretende dar início ao torneio no fim de outubro, assim que o estudo esteja pronto.

O anúncio veio logo depois que, Joseph Blatter, presidente da FIFA, pediu, em entrevista coletiva na China, a criação de uma liga feminina profissional brasileira.

Acontece que a Liga Nacional de Futebol Amador de Futebol (LINAF) já tem um torneio de feminino criado há anos. Desde o início do ano de 2004, sem apoio da Federação Paulista de Futebol ou da Confederação Brasileira de Futebol, a entidade criou o Campeonato Paulista da categoria, e já conta, nos dias de hoje, com torneios de abrangência nacional como a Taça Brasil, o Rio/São Paulo, a Copa Sul/Sudeste.

O Brasil, como a maioria dos países em todo o mundo, exceto os EUA, tem os campeonatos futebol feminino baseados no amadorismo.

<b>Leia também:
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=21290>Imprensa estadunidense exalta vitória do Brasil!</a>

Sem mais artigos