O sonho do austríaco Martin Hofbauer de se tornar um jogador de futebol profissional foi interrompido em março de 2012 por conta de um câncer na perna direita. Obrigado a amputar o membro para evitar problemas futuros, o jovem de 20 anos lutou durante um ano inteiro para conseguir uma autorização na Fifa para atuar com uma prótese mecânica em campeonatos federados pelo UFC Miesenbach, da Áustria. E após muito insistir, ele enfim recebeu um ok da entidade nessa semana para retornar aos gramados.

Extasiado com a notícia, o austríaco, em entrevista concedida ao site LigaPortal.at, revelou toda sua emoção em conquistar o tão sonhado objetivo.

“É um grande alívio para mim. Eu estava muito confiante, principalmente com o apoio que recebi. No final, para mim é um sonho, uma realização. Um jornalista de um jornal pequeno me chamou e me contou a notícia. Então, verifiquei a minha conta de e-mail e descobri um e-mail recente da ÖFB (Federação Austríaca de Futebol). Nela também foi informada minha permissão para jogar imediatamente”, disse.

Apesar da conquista, Martin ainda não consegue disputar um campeonato inteiro pelo Miesenbach, pois em novembro do ano passado foram detectadas metástases em seus pulmões, o que o obrigou a fazer algumas sessões de quimioterapia. O tratamento médico é tão intenso que o deixa debilitado e cansado.

“Foi um sentimento incrível ser capaz de treinar mais uma vez e jogar de novo. Quando fiz a operação eu sabia que perderia a perna, e foi o pior dia da minha vida. A reabilitação foi complicada. Na primeira parte focamos no músculo, depois era eu conseguir ser capaz de correr novamente. Nunca imaginei que fosse possível. Agora, meu próximo desejo é ser capaz de terminar um campeonato novamente”, disse o jogador, que ainda está se habituando a correr e chutar com a nova perna mecânica. 

Uma nova avaliação deverá ser feito em junho deste ano para saber quais as condições de Martin para entrar em campo.

Sem mais artigos