A 39ª Copa São Paulo começa dia 5 de janeiro e promete, como manda a tradição do campeonato, revelar a nova safra de craques do futebol nacional. Disputado em cidades do estado, o torneio termina dia 25 de janeiro, data do aniversário da cidade de São Paulo.

Com times do país inteiro, a “Copinha”, como é chamada, ganha projeção e importância a cada ano que passa. O torneio, que teve sua primeira edição em 1969 e contava apenas com times do estado de São Paulo, atrai empresários, clubes e a imprensa, que ficam de olho nos jogadores que se destacam. Na edição desse ano, o campeonato contará com 88 times de todas as partes do Brasil.

Regulamento: Organizado pela FPF (Federação Paulista de Futebol), a primeira fase é a de grupos. Divididos em chaves de quatro times, os primeiros colocados de cada grupo e os 10 melhores segundos colocados se classificam para a fase seguinte. A partir da segunda fase impera o mata-mata. Os times se enfrentam uma vez e o vencedor passa para a próxima fase.

História: O Corinthians é o maior vencedor da história do campeonato, levantando a taça seis vezes. É seguido por Fluminense (5), Internacional (4) e Atlético Mineiro (3). O São Paulo levou o caneco duas vezes, enquanto o Santos trouxe a taça para a Vila Belmiro uma única vez. O Palmeiras nunca se sagrou campeão, o máximo que conseguiu foi um vice-campeonato.

Seleiro de craques: A Copa São Paulo já revelou craques para o mundo como Zico, Rivellino, Ademir da Guia, Falcão, Casagrande, Careca, Denner, Toninho Cerezo,Rogério Ceni, Júlio Batista, Raí, Robinho, Diego, entre outros. Curiosidade: Kaká era reserva do time do São Paulo na conquista da copa em 2000.

Sem mais artigos