Nesta quarta-feira (4) foram indicados os atletas para o Paralympic Sport Awards. A premiação, feita sempre um ano após os Jogos Paraolímpicos de verão e de inverno, será realizada no dia 23 de novembro em Atenas, na Grécia. O Brasil recebeu quatro indicações, com o nadador Daniel Dias, a velocista Terezinha Guilhermina, a equipe de futebol de 5 e o diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e Chefe de Missão em Londres, Edílson Rocha, o Tubiba.

Daniel Dias, o “Phelps brasileiro”, concorrerá na categoria de melhor atleta masculino, assim como Terezinha que, logicamente, compete na feminina.

Atual tricampeã paraolímpica, a equipe de futebol de 5 é a favorita, já que também ganhou todos os jogos que disputou desde que a modalidade integra os Jogos Paraolímpicos, quando iniciou em Atenas 2004.

O Tubiba, que liderou a delegação de 182 atletas em Londres chegando na sétima colocação no quadro geral de medalhas, concorrerá com mais dois dirigentes.

“Todas essas indicações só mostram a importância do Brasil no cenário paraolímpico internacional. Isso é mais um fruto do nosso desempenho inesquecível em Londres, quando subimos ao lugar mais alto do pódio 21 vezes. Vamos torcer para que nossos indicados conquistem mais esse prêmio para o Brasil”, disse Andrew Parsons, presidente do CPB.

Daniel Dias tentará repetir o feito do também nadador Clodoaldo Silva que, em 2005, levou o mesmo prêmio após conquistar seis medalhas de ouro e uma de Prata em Atenas 2004.

Destaque também para o italiano Alex Zanardi. Ex-piloto de Fórmula 1 que teve as pernas amputadas após forte acidente em 2001, hoje compete no ciclismo paraolímpico e, mesmo aos 46 anos, concorre como o melhor estreante.

Veja abaixo os indicados das seis categorias:

Melhor atleta feminino:
Yunidis Castillo (CUB) – atletismo
Terezinha Guilhermina (BRA) – atletismo
Zarah Nemati (IRÃ) – tiro com arco
Esther Vergeer (HOL) – tênis em cadeira de rodas
Yu Chui Lee (HKG) – esgrima em cadeira de rodas

Melhor atleta masculino:
Patrick Anderson (CAN) – basquete em cadeira de rodas
Ryley Batt (AUS) – rúgbi em cadeira de rodas
Daniel Dias (BRA) – natação
Heinrich Popow (ALE) – atletismo
David Weir (GBR) – atletismo

Melhor estreante feminino:
Johanna Benson (NAM) – atletismo
Michelle George (BEL) – hipismo
Marlou Van Rhijn (HOL) – atletismo 

Melhor estreante masculino:
Raymond Martin (USA) – atletismo
Jonnie Peacock (GBR) – atletismo
Alex Zanardi (ITA) – ciclismo

Melhor time:
Equipe australiana de rúgbi em cadeiras de rodas (masculino)
Equipe brasileira do Futebol de 5 (masculino)
Equipe canadense de basquete em cadeira de rodas (masculino)

Melhor oficial:
Edilson Rocha “Tubiba” (BRA)
Sylvia Sekowska (ALE)
Louis Barbeau (CAN)

Sem mais artigos