Antigo local reservado para o treinamento dos jogadores das categorias de base do Corinthians, o terreno onde hoje está sendo construído o estádio do clube de Parque São Jorge, que receberá a abertura da Copa do Mundo de 2014 em uma das maiores festas do futebol mundial, já foi um local de tristeza. Pelo menos para a pequena vira-lata Coringa.

Abandonada pelos seus antigos donos na porta do terreno, onde hoje está sendo construída a Arena Corinthians, há dois anos, a cachorrinha, completamente perdida em frente ao portão que ainda era cercado por matas e morros, sem saber aonde ir, foi acolhida pelos seguranças do clube, adotada e acabou se transformando em um amuleto corintiano.

Tanto é verdade que a pequena vira-lata ganhou até um uniforme do Corinthians, com o qual desfilava todos os dias pela obra no bairro de Itaquera, Zona Leste da capital paulista. Porém, com o passar do tempo, Coringa se cansou da camisa e acabou rasgando a vestimenta.

Júlio César Soares, responsável pela comunicação da Odebrecht, empresa que toca as obras do futuro estádio do Corinthians, contou um pouco sobre o dia-a-dia da serelepe Coringa. “Ela recepciona todos que chegam aqui na obra. Tanto aqueles que visitam como os funcionários do canteiro. No começo, como vocês puderam notar, ela esboça uma timidez natural. Mas bastam alguns minutos para que ela se solte toda”, disse.

Com as obras já avançadas e 53% do estádio pronto, Coringa teve seus horários de passeio reduzidos, por uma medida de segurança. Presa em uma área onde hoje fica um dos estacionamentos dos funcionários, a cadela, por precaução dos próprios trabalhadores, não está mais permitida a adentrar nos locais onde hoje os guindastes terminam de construir as arquibancadas leste e oeste e as demais estruturas em torno do estádio.

Conhecedora dos mais de 190 mil m² que cercam a Arena Corinthians, Coringa, que ganhou esse nome em alusão ao apelido de “Coringão”, que o clube alvinegro carrega consigo, hoje possuí uma casa de alvenaria ao lado da cabine de segurança e já recebeu a notícia de que não será predestinada a um novo adeus. Mesmo sendo sempre assediada por pessoas que querem adotá-la, Coringa permanecerá na Arena Corinthians, onde hoje é vista como amuleto e xodó dos dirigentes, torcedores e funcionários das obras.

Veja acima como estão as obras na Arena Corinthians 

Sem mais artigos