Após recolher o depoimento do jornalista Andrew Jennings, da BBC a respeito de supostos subornos que envolvem Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local (COL), nesta quarta, o Senado decidiu enviar um relatório sobre o fato para a presidente da república, Dilma Rousseff.

O repórter falou à Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado e ficou muito feliz ao saber que a mandatária máxima do país tomará conhecimento de suas denúncias. “Eu me sinto honrado em saber que a presidente Dilma possa ver isso”, afirmou.

A decisão foi tomada pelo senador Pedro Simon (PMDB-RS), uma vez que Jennings documentou sua fala apresentando, entre outros itens, uma listagem que seria parte de um relatório interno da falida ISL, que aponta pagamentos para nomes como o de Teixeira e também de João Havelange (ex-presidente da Fifa).

“Eu sempre me apoio em fatos e documentos, temos documentos claros, temos evidências do pagamento de US$ 9,5 milhões para o Ricardo Teixeira. Em relação ao Havelange, há o registro do pagamento de cerca de US$ 1 milhão”, afirmou o britânico, que calculou em cerca de US$ 100 milhões o total de propinas pagas pela empresa a fim de manter o controle da comercialização de direitos de transmissão e quotas de patrocínio das Copas.

Dilma receberá relatório com denúncias de Jennings

Sem mais artigos