<br>
O zagueiro santista Domingos, vítima da cabeçada de Adriano no último domingo na vitória do São Paulo por 3×2 frente ao Santos, disse que a suspensão automática de um jogo para o Imperador está de bom tamanho.

"O Adriano não fez isso por querer. Deve ter batido o nervosismo por eu chegar mais forte nele. Para mim, a expulsão dele (com um jogo de suspensão) já foi o suficiente", diz Domingos.

O árbitro da partida botou a agressão na súmula, o que levou o Tribunal de Justiça Desportiva a julgá-lo pelo ato. O tribunal enquadrou o atleta no artigo 253– agressão física – e o julgamento acontecerá nesta segunda-feira à tarde na sede da Federação Paulista de Futebol, podendo pegar uma suspensão de 120 a 540 dias, o que tiraria do Paulistão. Os advogados do São Paulo ainda tentarão mudar o artigo, passando o atacante para o 255 – atitude hostil – com pena de uma a três partidas.

Segunda-feira sai o último capítulo da novela. Tomara.

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=23554>Cabeçada que deu dor de cabeça! Adriano será julgado dia 18

Tribunal de Justiça Desportiva no artigo 253 – agressão física – e será julgado nesta segunda-feira à tarde na sede da Federação Paulista de Futebol, podendo pegar uma suspensão de 120 a 540 dias, o que tiraria do Paulistão. Os advogados do São Paulo ainda tentarão mudar o artigo, passando o atacante para o 255 – atitude hostil – com pena de uma a três partidas. Neste domingo, ele já cumpre a automática diante do Marília

Sem mais artigos