O Milan não gostou da velocidade com que a informação de uma suposta saída de Balotelli do clube, em janeiro, repercurtiu na Itália e divulgou neste sábado (28) uma nota oficial em seu site negando qualquer possibilidade do atacante ser negociado no início de 2014.

“O Milan desmente absolutamente, e com força, as declarações que foram atribuídas ao presidente sobre uma impensável colocação de Balotelli no mercado. Mario Balotelli é, e será, jogador do Milan”, diz a mensagem na página rossonera.

A notícia de uma suposta venda de Balotelli foi publicada pelo jornal Il Secolo XIX, de Gênova. O diário trouxe uma declaração atribuída a Silvio Berlusconi, presidente do Milan, revelando sua decisão a correligionários do partido político Forza Italia.

“Chega, já decidi. Chega, já decidi. Venderei Balotelli logo. Mario deve deixar imediatamente o Milan. É oficialmente no mercado”, foram as palavras citadas pela publicação.

De acordo com a publicação, o vice-presidente Adriano Galliani, que passa as festas de fim de ano no Brasil, teria sido informado da decisão de negociar Balotelli. Haveria, inclusive, o interesse de Monaco e Paris Saint-Germain em contratá-lo.

Sem mais artigos