<br>
O Esporte Clube Siderúrgica, time da região de Belo Horizonte, em Minas Gerais, sofreu o "golpe do Corinthians". Repare, leitor, que está em aspas o nome do clube paulista. Não foi o Timão que passou o clube mineiro para trás. Dois empresários ofereceram 30 jogadores ao Siderúrgica para serem contratados alegando que esses atletas pertenciam ao time do Parque São Jorge.

Os boleiros ficaram quase 60 dias alojados em uma cidade do distrito de BH. " Eles levaram os meninos de volta e deixaram um prejuízo de R$ 60 mil lá. Não pagaram a estada deles", declarou o presidente do Siderúrgica, Valtencir Sobral Sobrinho em entrevista ao <i>Lance!</i>.

Os empresários buscavam uma parceria com o clube, mas o dirigente percebeu que havia algo errado. "Eles disseram que eram jogadores bons, do Corinthians. Mas nos testes percebemos que não tinha nenhuma condição. Era um pessoal oportunista, mentiroso demais", desabafou o presidente.

Do lado alvinegro, a história também foi negada. Nossos jogadores estão em itaquera. Não temos nenhuma apreceria lá em Belo Horizonte", afirmou Miguel Marques e Silva, dioretor geral do fitebol de base.

LEIA MAIS
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24238>Pela primeira vez, Corinthians usa maioria de rebaixados

Sem mais artigos