Quatro dias após a vitória brasileira por 2 a 0 em amistoso contra a Escócia, em Londres, a Federação Escocesa (SFA) solicitou nesta quinta-feira que Neymar faça um pedido público de desculpas. Após uma banana ser atirada no gramado do estádio Emirates, o craque santista sugeriu que torcedores escoceses jogaram a fruta no gramado num ato de racismo.

Posteriormente, porém, um turista alemão admitiu ser o responsável pelo arremesso da banana no gramado, ao passo em que a polícia inglesa afirmou não ter recebido nenhuma queixa de racismo. As condições derrubaram o argumento do jovem de 19 anos.

Diante deste cenário, a Federação Escocesa cobra a retratação por parte do atacante. “Os torcedores escoceses ficaram realmente chateados com as alegações infundadas e que foram levantadas contra eles. O episódio ameaçou sujar a reputação da torcida de ser bem-humorada, respeitosa e agradável”, comentou Stewart Rogan, chefe executivo da entidade.

Após o confronto de domingo, a torcida da Escócia confessou ter vaiado Neymar por conta de supostas simulações de falta. Entretanto, o turista alemão responsável por atirar a banana estava no setore reservado ao público canarinho. O jogador do Santos ainda não voltou a se pronunciar a respeito do episódio.

Escoceses exigem desculpas de Neymar por acusações

Sem mais artigos