Um dos dirigentes mais polêmicos e folclóricos da história recente do Cruzeiro, o hoje senador Zezé Perrella (PDT-MG) adotou um discursso ameno e até surpreendente ao falar sobre Alexandre Kalil, atual presidente do Atlético-MG e seu antigo desafeto. Em entrevista à Fox Sports, o político classificou o ex-inimigo de clube como um dos melhores mandatários atualmente no país.

“Ele é um dos maiores digirentes do Brasil , tenho que dar a mão a palmatória. É um trabalho correto”, afirmou o ex-presidente do Cruzeiro à Fox Sports, que não deixou de citar as brigas que teve com Kalil entre  2009 e 2011, citando até uma piada envolvendo a cidade de Guarapari.

“A gente tinha um estilo de defender cada um o seu clube e tivemos atritos que não foi fora do futebol, era no campo ideológico. A gente ficava chateado, mas nunca era ofensa moral. Falava gracinha do Cruzeiro e retrucava. Falava que a sala de troféus dele é igual Guarapari: só tinha mineiro”, disse.

Famoso por travar por muito tempo diversas discussões e trocas de farpas com presidentes do rival Atlético-MG, Zezé Perrella não negou um possível retorno ao futebol em breve. Vale lembrar que o ex-dirigente da Raposa assumiu pela primeira vez a presidência do clube em 1994, cargo que ocupou entre 1995 e 2002, durante três mandatos. Já em 2008 ele foi novamente eleito, assumindo em 2009 o seu quarto mandato com término em 2011.

Sem mais artigos