Para Michael Phelps abriram exceção. Justamente por ser dono de 18 medalhas olímpicas, o nadador foi homenageado com um busto no International Swimming Hall of Fame (ISHF) em Fort Lauderdale, Estados Unidos. A reserva no fato é que só fazem este tipo de ação a atletas aposentados a quatro anos ou mais.

O americano de 28 anos que abandonou as piscinas após as Olimpíadas de Londres em 2012 é considerado um dos maiores da história do esporte.

“Natação é um esporte onde não há muitos bustos em homenagem aos atletas, portanto é nossa intenção de criar mais obras de arte como esta de Michael Phelps para homenagear grandes atletas em esportes aquáticos – afirmou o presidente da ISHF, Bruce Wigo, ao site Swin Swan.

A mídia especializada aponta uma possível volta de Phelps às competições e César Cielo, em recente entrevista ao Virgula Esporte, disse que confia na volta às piscinas do primeiro nadador da história a conseguir o tricampeonato olímpico nos 200m livre.

“Ele estava precisando dar um tempo. Sinceramente, do mesmo jeito que ele parou, volta. Rapidinho. Dou três meses para um cara desses, treinando forte, voltar e ser campeão mundial na hora”, apostou Cesão.

Sem mais artigos